Quem Somos


raijin_taikoO Raijin Taiko é um grupo de pessoas que se reúne semanalmente para praticar a arte da percussão japonesa na sede do Iwate Kenjinkai, no bairro Liberdade, no Centro de São Paulo. Atualmente, é composto por mais de 25 integrantes, homens e mulheres de idade variada. Em sua história, já participou de dezenas de apresentações em eventos diversos como casamentos, festas de aniversário, competições esportivas e festivais.

 

Raijin, palavra japonesa que dá nome ao grupo, significa "deus do trovão". Nas representações ilustrativas do Raijin, costumam ser desenhados também os taikos, usados pelo deus do trovão na hora das tempestades.

 

As músicas tocadas pelo grupo têm como inspiração a natureza. É o caso das músicas Aranami (Onda Violenta, em tradução livre do japonês), Ibuki (Sopro da Vida) e Irodori (Dança das Cores). Para a execução dessas músicas, são utilizados diversos tipos de taikô como o shime-daiko, Oodaiko, katsugi-Okedodaiko, okedodaiko, além da fuê (flauta), chappa (pratos) e takê (instrumento de percussão feito com bambu).

 

O grupo foi fundado em outubro de 2003, quando o Iwate Kenjinkai (Associação sociocultural da província japonesa de Iwate) convidou o professor Eduardo Massao Kusunoki para dar aulas. Os tambores utilizados nas aulas e apresentações são provenientes de Iwate, província que fica no Nordeste do Japão.

 

O professor e líder do grupo, Massao Kusunoki, tem mais de 25 anos de experiência com o taiko. Aprendeu na infância a tocar o instrumento para apresentações nas festividades do Obon (Finados) do Fukushima Kenjinkai (Associação cultural da província de Fukushima, localizada em Suzano - SP). Aperfeiçoou suas técnicas no Japão, quando teve oportunidade de fazer o intercâmbio cultural na província de Fukushima, no ano de 2000. Massao Kusunoki também é professor do grupo de taiko Byakko, em Suzano (SP).